sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

SANTANA DO MATOS - FELIZ ANO NOVO


Mensagem a Santana do Matos – FELIZ ANO NOVO

Ao povo de Santana do Matos desejamos um Felicíssimo Ano Novo e que possamos em 2011 somarmos esforços, convergirmos pensamentos, idéias e ações para que Santana do Matos continue crescendo, renovando valores, podendo assim, oferecer melhores oportunidades de vida aos seus cidadãos.

Ao Executivo, apesar das divergências entre as prioridades de suas ações e a linha editorial do Jornal Cajarana, parabenizamos e desejamos um Feliz Ano Novo ao prefeito Assis Silva e sua equipe. Reconhecemos o trabalho desenvolvido em determinados setores, principalmente aqueles que dão qualidade de vida aos santanenses e principalmente a retomada de ações vetoriais, a partir desse semestre ao segmento educacional do município.

Ao Legislativo que muda a mesa diretora no início de ano, dirigimos a palavra ao presidente que sai - vereador Magnos José dos Santos (DEM), almejando além do Feliz Ano Novo, fluidos positivos para que continue com a mesma coerência, força de vontade e capacidade de aglutinar forças e trabalho, pelo demonstrado nos dois anos como presidente da casa legislativa.

Ao vereador Erinaldo Florêncio Xavier da Costa (Naldinho) (PTB) – novo presidente a partir de 1º/01/2011, depositados créditos de confiança pela bancada em maioria que o elegeu, acrescenta-se respaldo popular pela dinâmica atuação como edil nos dois primeiros anos de mandato. Um Feliz Ano Novo, cheio de compromissos e responsabilidades ao assumir o Legislativo Municipal a quem também o confiamos.

A vice-prefeita Maria Eugênia, vereadores, à Justiça, ao Clero e outras autoridades religiosas, comunicadores sociais, lideranças do município, presidentes, diretores e representantes de todos os segmentos, um Felicíssimo Ano Novo, iluminado e cheio de esperança, fraternidade e Fé do povo santanense.

Dutra Assunção
Jornal Cajarana

ADEUS 2010, FELIZ 2011


ADEUS 2010, FELIZ 2011

Os raios da manhã surgiram mansos e amistosos com a brisa que vinha da praia, pelas dunas da minha cidade, Natal. Acordado, confiro o Céu azul que prenuncia um 31 de dezembro ameno, em 2010. E ando para esperar a chegada de 2011. É hora de ir à rodoviária deixar o filho Breno, a nora Danielle e a neta Letícia (seis meses) que embarcariam para João Pessoal, pois é lá que mora o pai dela; o Natal, passaram conosco. As ruas ainda estavam pouco movimentadas e a rodoviária em obras, mas repleta de gente, cada pessoa com seu semblante único.

No adeus à neta e seus pais, a reflexão daquele local de onde parti tantas vezes para tantos lugares: São Paulo, Brasília, Salvador, Fortaleza, João Pessoa. Numa dessas viagens, tarde da noite de domingo, lembro que o ônibus passou por uma rua cheia de bares, onde se via grupos embriagados com trejeitos do ridículo do pseudo-prazer. Na calçada escura, a fila de mendigos dormindo o sono dolorido dos mais excluídos. No Céu, uma estrela anunciando o fim de dezembro do Menino Jesus, como que guiando ainda hoje os Três Reis Magos.

Naquela reflexão pensei: como aquele chão de rodoviária guarda tantas emoções vividas, histórias sentidas, tristes despedidas. Quantos sonhos na chegada, sonhos na partida, histórias de vida, quantas pessoas ali. Lembro que na primeira despedida guardava cada instante daquela viagem elegante, e um momento tão sofrido. Lembrei da tristeza que senti no embarque do meu irmão, quando morava tão longe; não há maior solidão. De repente, vemos cenas daquelas de Casablanca, paixões, entregas francas, cheias de vida... povo enchendo toda área, momentos que se passam, tantos destinos se traçam no chão da Rodoviária.

Ali lembrei de certo 31 de dezembro em que umas nuvens branco-rosa passaram no fim da tarde, enquanto os passarinhos voam alvoroçados, em meio ao colorido das flores dos jardins. Numa esquina, um carro caridoso, de mala aberta, saciava a fome dos miseráveis dos canteiros, que mostram a injustiça social oficializada. O Ano Novo já chegou em alguns lugares, talvez levando novas esperanças aos lares, apesar de ameaçarem tanto à paz. Quando o novo dia despontar, festivo, quem sabe se um sino não vem anunciar uma nova vida, com grande motivo, para que surja o mundo melhor, onde a paz e o amor estejam bem vivos.

Aquelas mãos acenando, o ônibus seguindo no rumo da BR, agora é hora de dar adeus também para 2010, esperando que as reflexões sobre ele se façam lentamente, se for preciso. Mas a hora é de apresentar os nossos votos de Feliz Ano Novo em cada canto e das mais variadas formas. Para os parentes, amigos, vizinhos, conhecidos e desconhecidos, o desejo de que 2011 seja um ano bom, que cada um consiga dias melhores, conquiste seus sonhos, realiza suas aspirações, viva um período de muita prosperidade, felicidade, alegria e paz.

Walter Medeiros
Jornalista

LULA NÃO VAI EXTRADITAR O ITALIANO EX-ATIVISTA DE ESQUERDA CESARE BATISTTI

Cesare Batistti permanece no Brasil por decisão do presidente Lula

Para o Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, Lula optou dentro dos parâmetros da decisão judicial do Supremo Tribunal Federal

Cesare Battisti permanece no Brasil
O ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, confirmou na manhã de hoje (31) que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu não conceder extradição ao ex-ativista de esquerda italiano Cesare Battisti. Condenado na Itália por quatro assassinatos que teria cometido entre 1977 e 1979, quando integrava o grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC). Depois de sair da França, Batistti está preso no Brasil desde 2007. Ele se declara inocente das acusações e diz que é perseguido pelo atual governo, de perfil conservador, da Itália.

Battisti fugiu de uma prisão italiana em 1981. Em 1993, no momento de seu julgamento na Itália, Battisti se encontrava na França, onde tinha obtido o status de refugiado político, mas fugiu em 2004, quando o governo francês se dispôs a revogar essa condição para entregá-lo à Itália.

Em março de 2007, ele foi detido no Rio de Janeiro, onde, segundo fontes policiais, foi localizado durante uma operação conjunta realizada por agentes de Brasil, Itália e França. Desde então, Battisti permanece detido na penitenciária da Papuda, em Brasília.

Desde que foi preso no Brasil, o caso da sua extradição arrasta-se. O então ministro da Justiça, Tarso Genro, tomou na época a decisão de não extraditá-lo imediatamente, e o governo declarou-o refugiado político. Em novembro de 2009, o Supremo Tribunal Federal (STF) anulou o status de refugiado concedido a Battisti. Mas decidiu que a palavra final sobre o caso deveria ser do presidente Lula.

Lula arrastou sua decisão até seu último dia de governo. É um pepino a menos que ele deixa para sua sucessora, Dilma Rousseff, que herdará duas outras decisões polêmicas que o presidente deixa para ela: a escolha do 11º ministro do STF e a compra dos caças supersônicos da Aeronáutica.

Lula decidiu a extradição, mas a repercussão da decisão cairá no colo de Dilma. O STF de novo julgará o caso, e, em tese, pode reverter a decisão. Caso, porém, prevaleça a não concessão do asilo, Dilma deverá se preparar para retaliações do governo italiano. Essa possibilidade foi adiantada pelo ministro italiano da Defesa, Ignazio La Russa, em entrevista ao jornal Corriere della Sera. "Ninguém deveria imaginar que um 'não' à extradição de Cesare Battisti não teria consequências", disse o ministro ao jornali italiano. "Eu consideraria isso um grande dano às relações bilaterais", afirmou.

A AMAZÔNIA PERMANECE COM O TRABALHO ESCRAVO - LISTA SUJA INDICA LOCAIS EM PARÁ, MARANHÃO E MATO GROSSO DO SUL

Libertado da escravidão em Marabá (PA) exibe lesões ocasionadas pelo trabalho e mostra água suja que era obrigado a beber. (Foto: Leonardo Sakamoto-Repórter Brasil/Divulgação)

Amazônia tem mais da metade dos casos de trabalho escravo, aponta lista oficial

“Ministério divulgou relação de empregadores que cometeram esse crime”.
“Locais onde houve mais libertações também são os mais desmatados”.

A Amazônia é a região que mais tem problemas de trabalho escravo, indica uma lista divulgada pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Conhecida como “lista suja” do trabalho escravo, a relação traz pessoas e empresas que cometeram esse tipo de crime.

Dos 164 casos enumerados pelo ministério, cem deles (61%) ocorreram em estados que pertencem à Amazônia Legal. O local com mais problemas é o Pará (46 casos), seguido do Maranhão (22 casos) – ambos da Amazônia – e Mato Grosso do Sul (18 casos).

Segundo levantamento realizado pela ONG Repórter Brasil, especializada no combate ao trabalho escravo, quase todos os casos ocorridos na Amazônia estão ligados à criação de gado ou à produção de carvão vegetal – ambas atividades apontadas por ambientalistas como principais responsáveis pelo desmatamento da região.

A maior parte das fazendas onde os crimes ocorreram também coincide com o chamado “Arco do Desmatamento”, onde a floresta vai cedendo lugar à agropecuária.

No Pará, por exemplo, o município mais problemático é São Félix do Xingu (sete casos), que também é o campeão de desmatamento da Amazônia. Lá, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), já foram derrubados 15,9 mil km² de floresta, o equivalente a dez vezes o município de São Paulo.

Direitos básicos Na Amazônia, quem recebe grande parte das denúncias contra fazendas que empregam trabalhadores escravos é o frei Xavier Plassat, da Comissão pastoral da Terra (CPT). Segundo ele, praticamente todas as queixas dos trabalhadores dizem respeito a alojamentos precários, falta de acesso a água potável, alimentação ruim e condições precárias de higiene.

Mas há casos em que a situação é pior. “Muitos também se queixam de serem roubados. De não serem pagos ou de receberem uma mixaria. E a ainda aqueles que ficam presos, longe de tudo, endividados”, relata o frei da CPT.

Segundo Plassat, os casos de trabalho escravo na Amazônia são mais graves que no resto do país. “O isolamento abre a porta para todos os abusos, e impunidade na Amazônia também é maior, pois o acesso à fazenda é tão difícil que o risco de fiscalização é muito menor para o empregador.”

Um estudo conduzido pela CPT mostra que não são poucos os trabalhadores submetidos a essas condições. Segundo a instituição, entre 1995 e 2009 foram libertadas 38.003 pessoas no Brasil. Destes, 22.762 (60%) ocorreram em estados integrantes da Amazônia Legal.

MUDANÇAS NA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL COMO O NOVO CÓDIGO AMBIENTAL FORAM POSITIVAS EM 2010


Desmatamento teve queda recorde neste
ano, segundo Prodes, do INPE.

“Seca atingiu famílias e levou rios a terem menor nível de água na história”.

Em 2010, a Amazônia teve seu menor índice de desmatamento detectado desde 1988 e bateu o recorde de devastação mínima pelo segundo ano seguido. Ainda assim, dados do Prodes, sistema pelo qual o Inpe avalia a derrubada anual da floresta, mostram que 6.451 km² de mata foram derrubados entre agosto de 2009 e julho de 2010, uma área maior que o Distrito Federal.

Mudanças na legislação ambiental também foram destaque este ano, como a aprovação do texto-base do novo Código Florestal, em julho, e que ainda gera polêmica entre deputados ruralistas e ambientalistas. No mesmo mês, a Aneel aprovou a formação do consórcio para a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, despertando protestos no Brasil e no exterior.

A seca foi acentuada em 2010 na Amazônia. Entre outubro e novembro, os rios Negro, Solimões e Amazonas tiveram vazante recorde com os menores índices de nível de água na história. Só no estado do Amazonas, a seca deixou 40 mil famílias em emergência e colocou 25 municípios em alerta.

ENGENHEIROS FLORESTAIS PESQUISAM ESPÉCIES ESSENCIAIS E SECUNDÁRIAS PARA RECUPERAR ÁREAS DE FLORESTAS DEGRADADAS

Área degrada por extração de bauxita no PA. (Foto: Rafael Salomão/ Arquivo Pessoal)

Pesquisa cria modelo para recuperar vegetação em florestas degradadas

"Análise no PA resultou em cálculo que indica espécies para regeneração".
"Próximo passo é criar programa de computador para aplicação do modelo".

O engenheiro florestal Rafael Salomão, do Museu Paraense Emílio Goeldi, apresentou no início de dezembro os primeiros resultados da pesquisa que desenvolve na Floresta Nacional Saracá-Taquera, em Oriximiná, a cerca de 880 quilômetros de Belém, no Pará. O estudo propõe a aplicação de um modelo estatístico para recuperar áreas de florestas degradadas.

A partir da análise de uma região com floresta degradada pela extração de bauxita na Flona Saracá-Taquera, explorada pelo Mineração Rio do Norte, Salomão criou um modelo que ajuda a determinar espécies essenciais e secundárias para regenerar a vegetação da melhor forma possível. O próximo passo consiste em criar um programa de computador para simplificar os cálculos do modelo estatístico, auxiliando produtores na regeneração de suas florestas.

Dessa forma, o modelo criado por Salomão poderia ser aplicado em qualquer área florestal, não necessariamente na Amazônia.

Para desenvolver o estudo, porém, ele avaliou uma área de vegetação densa e com um tipo de degradação acentuada. "Apesar de pontuais, as modificações causadas na vegetação pela mineração são muito intensas. As áreas de exploração mineral representam o extremo da degradação artificial", diz ele.

A extração de bauxista exige a retirada completa de toda a cobertura vegetal de floresta, segundo Salomão. Depois, ainda é necessário escavar de 4 a 10 metros de terra no solo para alcançar o minério. "O ambiente fica completamente desestabilizado. Todas as propriedades do solo são alteradas", diz.

Como seria feita a regeneração de uma área assim? De acordo com o pesquisador, a literatura científica existente sobre o tema é muito vaga. Existe uma orientação consensual para o produtor plantar cerca de 80 espécies para regenerar a área destruída. "Mas nenhum trabalho feito até agora identifica que espécies seriam essas", explica Salomão.

Área degrada por extração de bauxita no PA. (Foto: Rafael Salomão/ Arquivo Pessoal)

A partir de um inventário florestal, ele identificou cerca de 1.500 espécies na Flona Saracá-Taquera e começou a aplicar índices ecológicos e socioeconômicos sobre elas.

Os critérios usados consideram abundância de espécies e dados específicos sobre as árvores, como o diâmetro do tronco e o peso. O pesquisador também availou valores comerciais das árvores, considerando preço da madeira e de produtos florestais não madeireiros que as espécies podem fornecer.

O resultado matemático permite determinar espécies-chave para a regeneração da área. "O modelo indica de 25 a 35 espécies assim, além de outras secundárias que interagem bem com elas", diz Salomão. Com o modelo, o pesquisador visa a recuperação de áreas degradadas no menor tempo possível.
F: Globo Amazônia

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

LULA ASSINA MP QUE ELEVA SALÁRIO MÍNIMO PARA R$ 540


Salário mínimo de 540 reais começa a valer a partir do dia 1º de janeiro de 2011

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou nesta quinta-feira (30) medida provisória que garante o aumento do salário mínimo, de R$ 510 para R$ 540, a partir de 1º de janeiro de 2011.

Ele salientou que a definição desse valor é positiva para economia porque evita um aumento muito forte no déficit da Previdência e, ao mesmo tempo, preserva o poder de compra do piso salarial do País que, segundo Mantega, teve o maior crescimento da história nos últimos oito anos. "Com um mínimo de R$ 540, não teremos pressão tão grande na Previdência, o que ajuda no equilíbrio fiscal."

Ele comentou que o novo mínimo também vai ajudar a manter a inflação sob controle. "Em 2010, tivemos uma pressão forte, no início e no fim do ano, de aumento nos alimentos. Se tirarmos o grupo alimentício, teremos o IPCAdeste ano abaixo de 5%", disse. "Para 2011, a inflação estará controlada", continuou Mantega, lembrando que o governo já tomou algumas medidas nessa direção, como as medidas de restrição ao crédito.

Nos seus oito anos de mandato, Lula cumpriu a promessa de realizar um aumento real do salário mínimo. Mantega justificou que o valor para 2011 não terá ganho real em função do PIB negativo de 2009 e destacou que, para 2012, já está garantido que o salário mínimo "terá um bom aumento real, de 7,5% ou 7,7%, correspondente ao PIB deste ano".

O ministro informou ainda que o presidente assinou outra medida provisória, a ser publicada amanhã no Diário Oficial, complementando as medidas anunciadas no início do mês para incentivar o financiamento de longo prazo, como a isenção de imposto de renda na emissão de debêntures.

Fonte:AE

MAIOR NÚMERO DE BRASILEIROS AINDA SÃO GOVERNADOS PELO SISTEMA OPOSITOR AO FUTURO GOVERNO DILMA ROUSSEFF

Senador reeleito Cristovam Buarque (PDT-DF)

Novembro: Brasil teve a eleição mais apertada

“O Congresso em Foco revela a estranha montanha-russa salarial do PSC. E Cristovam Buarque e Chico Alencar são os grandes vencedores da edição 2010 do Prêmio Congresso em Foco

Terminado o segundo turno das eleições, o Congresso em Foco publicava um raio x completo do resultado das urnas. Com cerca de 56 milhões de votos, Dilma Rousseff vencia as eleições mais apertadas dos últimos anos. Ela obteve menos votos que Lula em 2002 e 2006 e José Serra venceu na comparação com ele mesmo em 2002 e com Geraldo Alckmin em 2006. Mesmo com a derrota, o PSDB conseguira o melhor desempenho nas eleições estaduais desde 1998, quando Fernando Henrique Cardoso venceu Lula em primeiro turno. O partido dos tucanos venceu as eleições em dez estados. Mesmo assim, Dilma livrou mais de 12 milhões de votos de vantagem sobre Serra, e ganhou em 16 estados e no Distrito Federal.As capitais brasileiras praticamente se dividiram nas eleições.

Mesmo tendo perdido as eleições e com um número de governadores menor, a oposição passa a governar um contingente maior de brasileiros, por ter vencido o pleito em estados mais populosos, como Sâo Paulo e Minas Gerais.

GOVERNO CRIA NOVO MODELO DE IDENTIDADE DOS BRASILEIROS COM UM CHIP DANDO MAIOR SEGURANÇA NA IDENTIFICAÇÃO

Registro de Identidade Civil (RIC) substituirá o atual documento de identidade
Governo lança hoje novo documento de identidade

Será lançado hoje, em Brasília, o Registro de Identidade Civil (RIC), o novo documento de identidade dos brasileiros, que deve substituir o atual RG. A carteira de identidade continuará válida pelo menos até que todos os cidadãos tenham sido recadastrados, segundo informações do Ministério da Justiça.

O novo documento conta com diversos mecanismos de segurança, além de um chip, onde estarão armazenadas as impressões digitais do titular e informações como sexo, nacionalidade, data de nascimento, foto, filiação, naturalidade, assinatura, órgão emissor, local de expedição, data de expedição, data de validade do cartão e dados referentes a outros documentos, como título de eleitor e CPF.

Segundo o Ministério da Justiça, com o RIC, cada cidadão passa a ter um número único baseado em suas impressões digitais do Cadastro Nacional de Registro de Identificação Civil, que estará integrado com as bases de dados dos órgãos de identificação dos estados e do Distrito Federal.

As primeiras cidades a participarem do projeto piloto serão Brasília, Rio de Janeiro, Salvador, Hidrolândia (Goiás), Ilha de Itamaracá (Pernambuco), Nísia Floresta (Rio Grande do Norte) e Rio Sono (Tocantins). Nesta primeira etapa, 2 milhões de brasileiros serão selecionados para receber o RIC.

A implantação do RIC ocorrerá em um período de nove anos, com etapas graduais. Os cartões RIC emitidos em 2011 serão custeados pelo Ministério da Justiça e não terão custo para o cidadão ou para os institutos de identificação. O investimento no primeiro ano será de cerca de R$ 90 milhões. Para os próximos anos, o Comitê Gestor do RIC vai definir a origem dos recursos que vão custear as emissões, sendo possível, inclusive, parcerias público-privadas e financiamento internacional.

O lançamento acontece no Salão Negro do Palácio da Justiça, às 12h, e contará com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), do ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, do diretor do Instituto Nacional de Identificação, Marcos Elias de Araújo, do diretor-presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, Renato da Silveira Martini, e do presidente da Casa da Moeda do Brasil, Luiz Felipe Denucci, entre outras autoridades.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

MILITARES ENSAIAM CERIMONIAL PARA POSSE DA PRESIDENTE ELEITA DILMA ROUSSEFF DESDE DOMINGO, 26

Ensaio realizado no último domingo (26) da cerimônia de posse de Dilma Rousseff (Foto: José Cruz/ABr)

Posse de Dilma terá espaço aéreo fechado e atiradores de elite

Comando militar definiu esquema de segurança nesta quarta-feira.

O Comando Militar do Planalto fechou na tarde desta quarta-feira (29) o esquema e segurança da posse da presidente eleita, Dilma Rousseff, no dia 1º de janeiro. O espaço aéreo de Brasília vai ser fechado e haverá atiradores de elite cobrindo todo o trajeto do cortejo presidencial na Esplanada dos Ministérios.

Segundo o coronel Carlos José Penteado, chefe da Comunicação Social do Comando Militar do Planalto, um contingente de 3,8 mil integrantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica, das polícias Federal, Civil, Militar e Rodoviária Federal vão compor a equipe de segurança. Outros 760 militares vão integrar a equipe do cerimonial –a previsão inicial era de que até mil pessoas trabalhassem na segurança do cerimonial.

Segundo Penteado, parte da equipe de segurança já está trabalhando desde a tarde de terça-feira (28). O contingente total estará nas ruas no dia 1º de janeiro. O Plano Piloto, a área central de Brasília, será a região com maior cobertura pela segurança.

“Eles vão ficar em todos os locais necessários para garantir a segurança aos chefes de estado. Teremos pessoas tanto uniformizados quanto civis para fazer a segurança”, afirmou.

Segundo Penteado, dois treinamentos foram feitos nas últimas semanas. Atiradores de elite estarão posicionados em pontos estratégicos, na Esplanada dos Ministérios e nos locais por onde a presidente eleita e chefes de Estado passarem.

“Teremos o número de atiradores de elite necessários para cobrir bem a segurança da posse. Eles estarão nos melhores lugares para cumprir bem a missão deles”, disse Penteado. O coronel não revelou quantos atiradores estarão de prontidão no dia1

Além dos seguranças, 240 veículos das Forças Armadas estarão nas ruas no dia da posse. Durante todo o dia 1º, todo o espaço aéreo de Brasília estará fechado. Serão permitidos apenas os voos de aviões e helicópteros da equipe de segurança.

Dos 760 militares que estarão atuando na equipe do cerimonial, 240 integram a Guarda de Honra, que será apresentada à presidente Dilma. A guarda é formada por militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

As alas do regimento de cavalaria Dragões da Independência, que estarão na subida da rampa do Palácio do Planalto, também integram a equipe do cerimonial. Caso haja necessidade de substituição, uma equipe reserva estará de prontidão.

NOVE MILITARES MULHERES SERÃO COMISSÁRIAS DO AEROLULA


As nove sargentos da Força Aérea Brasileira (FAB) selecionadas para formarem a nova equipe de comissárias do Airbus 319 da presidente eleita, Dilma Roussef

(Foto: Estevam Scuoteguazza/AAN)


Com Dilma, só mulheres serão comissárias de bordo do avião presidencial

As mulheres sargentos da Força Aérea Brasileira (FAB) selecionadas para comissárias de bordo da presidente eleita, Dilma Rousseff

Nove mulheres-sargentos da Força Aérea Brasileira (FAB) estão sendo treinadas para funcionar como comissárias de bordo para atendimento exclusivo da presidente eleita, Dilma Rousseff, no Airbus presidencial, o Aerolula.

As mulheres sargentos da Força Aérea Brasileira (FAB) selecionadas
para comissárias de bordo da presidente eleita, Dilma Rousseff

O gesto simbólico da presidente eleita fará de Dilma a primeira governante, que se saiba, a ter esse atendimento exclusivamente feminino. As sargentos da FAB, que têm naturalmente formação militar e técnica, estão também se familiarizando com as peculiaridades do Airbus, principalmente seus dispositivos de segurança.

O Airbus presidencial, conhecido como Aerolula

Elas usarão uniformes semelhantes aos de aeromoças, e não as fardas de gala da FAB.

Os pilotos e co-pilotos do avião presidencial, porém, bem como o pessoal de manutenção, continuarão sendo homens — oficiais e sargentos da Força Aérea.

Leia os hilariantes comentários clicando embaixo em: Mais Informações

JURISTA PAULO DE TARSO FERNANDES JÁ É CITADO PARA SUBSTITUIR ALCIMAR TORQUATO NO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO

Jurista Paulo de Tarso Pereira Fernandes

Emenda Constitucional poderá garantir indicação de Paulo de Tarso Fernandes para Tribunal de Contas


Chefe da Casa Civil do governo Rosalba Ciarlini, o jurista Paulo de Tarso Fernandes não deve sequer encerrar o ano de 2011 no cargo.

O nome dele, unanimidade no governo, é o mais trabalhado para ocupar a vaga do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Alcimar Torquato, que se aposentará no final de setembro, quando completará 70 anos.

A vaga da vez, no TCE, seria uma indicação do Ministério Público...mas já se fala em uma emenda constitucional para transferir a indicação para o governo, garantindo o cargo de conselheiro - vitalício - a Paulo de Tarso.
Fonte: joseeurede.blogspot.com

OITO ANOS DE DEGUSTAÇÃO

28/12/2010 - 07h00
Oito anos de degustação


Por Rudolfo Lago*
“Os pedágios da corrupção política e da falta de educação e formação de boa parte da sociedade brasileira são os dois fatores mais graves que permanecem ao final da era Lula. Aqui, ele não pode abrir a boca para dizer que 'nunca antes na história do país' mudanças foram produzidas"

Leia mais clicando embaixo em:  Mais Informações:

OI ... MAUS TEMPOS A PARTIR DE 2011 PODE PREJUDICAR A EMPRESA DE LULINHA


Oi eleva repasse a empresa deficitária de filho de Lula

Quatro anos depois de se associar à gigante de telefonia Oi, a Gamecorp, empresa que tem entre seus sócios um filho do presidente Lula, acumulou prejuízo de R$ 8,7 milhões até 2009 e dívidas que somam mais de R$ 5 milhões. Mesmo assim, o negócio administrado por Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, continua recebendo investimentos da Oi e atraindo sócios. Desde 2007, a Oi - então Telemar, uma concessionária de serviço público que recebeu uma série de incentivos do governo Lula - aumentou em 28% o aporte na empresa, contra inflação acumulada de 11%.

O negócio é alvo de investigação da Polícia Federal, até hoje inconclusa.

HEURECAS! ÓLEO DE COPAÍBA USADO COMO ANTI-INFLAMATÓRIO

Extração do óleo não depende de derrubada da árvore. (Foto: Reprodução/ TV Globo)

Pesquisa quer criar anti-inflamatório a partir de árvore da Amazônia

"Óleo de copaíba já era usado por índios antes da chegada de portugueses"
"Medicamento pode ser vendido em até 5 anos, acreditam estudiosos"

Pesquisadores da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP) desenvolvem um anti-inflamatório criado a partir do óleo da copaíba, árvore com grande concentração na Amazônia e também presente em outras áreas do país. As informações são da agência USP.

O óleo já era usado para tratamento por populações indígenas antes da chegada dos portugueses e hoje está comprovado cientificamente que ele tem propriedades de um anti-inflamatório. Por isso, pesquisadores trabalham no desenvolvimento de um medicamento, que ainda passará por diversos testes.

O medicamento poderá ser comercializado em até 5 anos, segundo estimativa dos pesquisadores, que desenvolvem o estudo junto com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a Fiocruz e uma empresa farmacêutica de Indaiatuba, em São Paulo. O teste do remédio em animais já foi aprovado.

 Pesquisadores defendem que o uso do óleo da copaíba para produção de medicamentos não resulta em impacto negativo ao meio ambiente. Isso porque a extração do óleo pode ser feita sem a necessidade de derrubar a árvore. Do Globo Amazônia, em São Paulo.

Fonte: Globo Amazônia, em São Paulo (Foto: Reprodução/ TV Globo)

USURA, AVAREZA E FISCO - INTERESSES CONFLITANTES MAL ADMINISTRADOS

O fisco no Brasil herdou um mal como se fosse uma briga entre territórios e interesses conflitantes

Fisco RN encerra 2010 com recorde geral de arrecadação
"Usura, avareza e fisco necessitam de pulsos fortes para administrá-los"

O Sindicato dos Auditores Fiscais do RN divulgou hoje (28) um balanço com os números parciais da arrecadação total de ICMS em 2010. O acumulado até o mês de novembro já é de R$ 2.554.196.247, o que significa um aumento de 16,67% comparado ao mesmo período em 2009.

“Batemos recordes significativos de arrecadação do ICMS em quase todos os meses de 2010, superando as expectativas da SET”, destaca o auditor Tacinildo Lucas Pegado, da Coordenadoria de Arrecadação e Controle Estatístico (CACE) da Secretaria do Estado de Tributação (SET).

Para o vice-presidente do Sindifern, Pedro Lopes, o aumento da arrecadação do ICMS em 2010 reflete o crescimento da economia do Estado do Rio Grande do Norte no mesmo período. “A organização operacional da administração tributária do Estado, aliado ao trabalho desenvolvido pelos auditores fiscais e demais servidores da SET, além dos programas de educação fiscal, possibilitaram uma elevada arrecadação do ICMS em relação ao PIB do Estado, sendo uma das maiores do país, proporcionalmente”, ressalta.

O resultado disso, é que hoje o Estado do Rio Grande do Norte está entre os que mais cresceram no quesito arrecadação do ICMS nos últimos cinco anos. Dos 15 Estados que teve elevação acima da média, oito são da região Nordeste, são eles: Rio Grande do Norte, Piauí, Maranhão, Pernambuco, Ceará, Paraíba, Alagoas e Sergipe.

Outro ponto importante da elevação do recolhimento do ICMS para o RN é o fato das regiões Norte e Nordeste, serem ultimamente, destinos naturais de deslocamento das empresas, por serem regiões com mão de obra mais barata, terrenos com preços mais baixos e possibilidade de crescimento de mercados.

“E esse desenvolvimento vai continuar avançando graças à rigorosa fiscalização e combate a sonegação fiscal, possibilitando que o dinheiro arrecadado seja revertido em investimentos como educação, saúde, infraestrutura e tantas outras necessidades do povo norte rio-grandense”, informou a presidente do Sindifern, Marleide Macêdo.

Ainda segundo a presidente do Sindifern, Marleide Macêdo, o papel de um auditor fiscal de carreira no cargo de secretário de tributação é imprescindível para implementar com maior facilidade as técnicas necessárias para o crescimento da arrecadação. “Nossas expectativas para o próximo ano, é continuar trabalhando de maneira organizada e correta, sob a direção de um auditor fiscal de carreira que estimule, reconheça e apóie nossas iniciativas para crescermos ainda mais a arrecadação, dando oportunidade ao governo do Estado fazer muito mais pelo RN. Encerrando 2010, só temos que acrescentar a satisfação e sentimento de dever cumprido”, conclui.

Avanços
O balaço positivo do Fisco reflete as várias ações desenvolvidas pelos auditores do tesouro estadual e modernização do sistema de recolhimento do imposto no Estado. Mais recentemente foi implantada, por exemplo, a arrecadação eletrônica do ICMS, a iniciativa foi um marco para a história do fisco potiguar, a nova forma de recolhimento já começou a ser efetuado desde o dia primeiro de dezembro e já está proporcionando mais segurança e comodidade no âmbito da fiscalização norte rio-grandense.

O pagamento do ICMS e multas que antes eram realizadas nos postos fiscais, agora está sendo efetuado nos bancos conveniados, terminais de auto-atendimento, correspondentes bancários ou pela internet. A guia de pagamento pode ser emitida diretamente no sítio da Unidade Virtual de Tributação (www.set.rn.gov.br/uvt).

Expectativas
Para 2011 o Sindifern espera um ano fiscal ainda melhor. Com a escolha do novo secretário de tributação do Estado do Rio Grande do Norte, José Airton da Silva, que atualmente é coordenador de Fiscalização/COFIS, o fisco tem sua garantia de que a Tributação continua nas mãos de um secretário técnico, auditor fiscal de carreira.

José Airton foi responsável pela implantação do cadastro sincronizado entre a SET e a Receita Federal do Brasil, momento histórico na desburocratização do fisco contábil do Rio Grande do Norte.

Detalhes sobre arrecadação mês a mês:

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE SJM RECEBEM CERTIFICADOS DO CURSO DE INTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO DIGITAL


Educação entrega certificados de Educação Digital a 143 professores

A Prefeitura de São José de Mipibu, através da Secretaria de Educação, Cultura e Desportos, realizarou cerimônia, nesta terça-feira, 28, às 15 horas no auditório da Secretaria para a entrega dos certificados de conclusão do Curso de Introdução à Educação Digital, promovido pela Secretaria de Educação a Distância – SEED em parceria com a UNDIME-RN e Prefeitura Municipal de São José de Mipibu.

O curso aconteceu no período de setembro a dezembro de 2010, com carga horária de quarenta horas/aula. Participaram do curso 143 professores da rede municipal de ensino de São José de Mipibu.

METEOROLOGIA ALERTA PARA CHUVA FORTE EM SEIS ESTADOS E NO DF


 Imagem de satélite de terça-feira (28) mostra faixa de nebulosidade (Foto: Reprodução/Cptec/Inpe)

Há possibilidade de temporais em MT, GO, TO, MG, RJ e ES nesta terça.

"Previsão é de pancadas de chuva em grande parte do país"M

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para a possibilidade de chuva forte, com trovoadas e rajadas de vento em pelo menos seis estados e no Distrito Federal, nesta terça-feira (28). Em Mato Grosso, Goiás, Tocantins, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo, o dia será chuvoso.

Pelo país
Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Cptec/Inpe), a terça-feira será de pancadas de chuva em grande parte do país. A condição é causada por uma zona de convergência de umidade que se estende entre o Sudeste e o sul da região amazônica.

O dia será ensolarado em grande parte da Região Nordeste, com exceção do oeste e sudoeste da Bahia e do sul do Piauí e do Maranhão, onde podem ocorrer pancadas de chuva isoladas. O sol deve aparecer entre poucas nuvens também no Sul do país, com possibilidade de pancadas de chuva à tarde, no oeste do Paraná. As temperaturas estarão elevadas na maioria das regiões.


segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

CAMINHAR PARA RESPEITAR A VIDA EXISTENTE EM TODOS OS SERES - ARTIGO FLÁVIO REZENDE


CAMINHAR PARA RESPEITAR A VIDA EXISTENTE EM TODOS OS SERES


O ser humano já soma uma boa data existencial neste planeta que chamamos de Terra. Apesar de tantas oportunidades de crescimento, de aprendizado e de evolução em várias áreas do saber e da tecnologia, ainda apresentamos comportamento rudimentar em algumas áreas, as quais, certamente um dia, espero ver a raça avançar.

É difícil de acreditar que com tantos alimentos, tantas áreas disponíveis para o cultivo, tanta terra, grãos e alimentos diversos, ainda não criamos um mecanismo de distribuir tudo de maneira equânime, contemplando todos e tirando da miséria e da fome vários de nossos irmãos.

A teoria de que é preciso fazer algo para se ter alguma coisa é fruto de uma mente egoísta, podemos e devemos sim repartir o pão e oferecer para outros seres melhores condições para que possam efetivamente ter trabalho. Raro encontrar aqueles que não queiram ter um ofício, uma ocupação, o que falta para muitos, são condições para isso, uma vez que governos corruptos ou com políticas equivocadas, provocam a exclusão de milhões, com conseqüências nefastas para o coletivo mundial.

Além de procurar uma forma de gestão que perceba o ser humano como terráqueo e não como brasileiro, americano ou afegão, procurando implantar uma postura gerencial acima de questões religiosas, raciais e políticas a, nossa espécie, precisa parar de se achar superior aos demais seres, provocando a morte dos mesmos para o agrado do seu paladar, sem perceber ali, sinais de vida, necessidade de permanência existencial e, precisa exercer de maneira correta a compaixão por todos.

Sidarta Gautama, o Buda, disse que devemos ter compaixão por todos os seres vivos. É necessário que caminhemos para uma evolução interior. Absortos em chips, botões, imagens tridimensionais e em DVD, LCD, HD vamos perdendo o nosso lado humano, ficando apenas o SER, individualizado, repleto de mordomias e, cada vez mais distanciado do se importar, do se engajar, do se socializar para que vendo tudo como uma unidade, possa efetivamente ter um comportamento planetário de inclusão, o que o mestre Jesus chamou de amor.

O amor que tanto falam, longe de ser um beijo, distante de ser um abraço, sem condições de ser um casamento, é o cimento, é a liga, é o que fortifica o todo, o conjunto, no respeito à vida do próximo, no compartilhar do pão, no dar as mãos para que todos possam ter o que fazer.

Milhões de seres vivem sem matar um só animal. Não se acham superiores e nem comungam de afirmações que dizem que eles vieram para nos servir. Textos sagrados não são conclusivos. Vem um, depois outro, quem tem razão? Analisando qualquer um, chegamos a conclusões diferentes.

Leio o sagrado com os olhos do bem e, encontro em todos eles a pregação do amor, da cidadania planetária e o respeito a todos os seres vivos.

Neste Natal e nos anos novos que surgirão, o verdadeiro presente, a grande promessa, a amorosa postura que todos devemos ter para com um futuro dourado, é deixar os animais vivos pela Terra, curtindo suas existências, dando de mamar a seus filhos, nadando, voando, correndo, participando da grande festa da vida sem estresse, sem preocupação, sem medo e sem perseguição, confinamento ou aprisionamento.

Um dia todos habitaremos este amado planeta de maneira verdadeiramente sadia, correta, repartindo a produção, dando chance ao irmão, convivendo com os animais, pois se existe evolução, ela deve ser inclusiva e pela vida e, com muito amor no coração.

Flávio Rezende
Eescritor, jornalista e ativista social em Natal/RN

domingo, 26 de dezembro de 2010

REDAÇÃO CAJARANA BLOGSPOT EM RECESSO VOLTA INSPIRADO PELA POESIA DOS SANTANENSES IRMÃOS "MACEDO"


Irmãos e poetas "Macedo" - um brado em coro da nossa gente, dos nossos anseios e de nossa cultura.


Árvores de Natal ponteadas em rítimo de desertificação
Como responsável e titular do Blog fiquei ausente e sem assiduidade nas postagens por vários dias. Aos quinhentos leitores em média que atualmente acessam diariamente o (redacaocajarana.blogspot.com) deveria dar alguma explicação. Convincentes argumentos poderiam justificar tal sumiço. Não os tenho. Assim como me proponho a escrever, externar meus pontos de vista, sinto um desejo imenso de ler, conhecer e pesquisar, e foi o que fiz nesses dias de festas. Fiquei longe das comemorações, reuniões e do comércio. Espiei novos sites, muita coisa boa outras não, sem compromissos, o tempo ficou uma eternidade ao nada a fazer. Enfim a noite de Natal, um jantar simples em família. Em nada me motiva comemorar datas citando sentimentos coletivo com tanta desigualdade social. Relatório da ONU (Pnud), divulgado em julho, aponta o Brasil como o terceiro pior índice de desigualdade no mundo. Quanto à distância entre pobres e ricos, nosso país empata com o Equador e só fica atrás de Bolívia, Haiti, Madagáscar, Camarões, Tailândia e África do Sul. Assim sendo:
Salvo os Poetas.

Os irmãos poetas F. Neves Macedo e Ademar Macedo por ocasião  da Festa de Santana - Julho/2010

Nas pesquisas descobri porque o escritor e poeta, Chico Macedo, agora assinando em seus sonetos e livros: Macedo, Francisco Neves colocou em seu e-mail a palavra vate: (vatemacedo@yahoo.com.br) , uma alusão a quem declama a trova, a poesia. Agora o santanense Macêdo divide com seu irmão não menos famoso, El trovador da sierra madre Cajarana - Ademar Macedo, citações e reconhecimento pela seleta classe dos poetas del mundo. Vejam no site www.avspe.eti.br/sonetos/FranciscoNevesMacedo.htm os sonetos de um dos ícones da poesia norteriograndense, sensibilidade e talento extravasado em autênticos sentimentos do escritor, pensador e poeta. No soneto “Seus Olhos”, revivi a minha primeira paixão:

- Seus Olhos

Nos seus olhos bebi, taça divina...
Você via nos meus a luz do amor,
tão dentro deles que não vi a cor,
num rosto de mulher, riso menina!

A cor? - Que importa ! se o brilho fascina,
me cega, envolve no seu resplendor.
Sua imagem, o olhar, segue onde for,
leva bem dentro de sua retina.

Verdes, negros, azuis, talvez, castanhos,
claros, escuros, neles eu me banho...
O tamanho? - Não sei; ...maior que o mar!...

Emergindo do mar vi teu sorriso,
eu chegara, pensei: - Ao paraíso.
... e ele tem tudo a ver com teu olhar!

Autor: Macedo, Francisco Neves
Santana do Matos/RN

Além dos Sonetos, em traços poéticos outro poema de Macedo. Lembrando a infância, talvez pros lado de Bom Jesus no pé da serra cajarana em Santana do Matos, inspirado fala do sertanejo, sua origem inesquecível que tanto cita em sua eclética poesia.

Os sertanejos

Vejo, hoje, os rastros dos seus pés, cansados,
que ficaram no chão do seu viver,
muito plantaste e o mínimo a colher,
pelas vazantes, pelos teus roçados!
Hoje, sozinhos, filhos dispersados,
e, cada ausência, como que a dizer:
Em cada filho está seu próprio ser
que de si mesmo são perpetuados.
Trôpegos, sob um feixe de capim,
curta é a distancia do seu próprio fim,
é a lenda viva deste meu sertão.
Vendo o seu vulto que se distancia,
dessas pegadas faço a poesia,
para externar a minha gratidão...

Autor: Macedo, Francisco Neves
Santana do Matos/RN

A Trova Origem e estrutura
A trova antigamente era qualquer poema ou canção, chamando-se trovador o poeta ou vate, aquele que declamava a trova. Hoje a forma fixa é Trova, um poema autônomo de quatro versos em redondilha maior. Ele é monostrófico (contém uma estrofe apenas) com versos heptassílabos (redondilha maior), sem título, que se completa em seu quarteto de versos. Como exemplo temos a trova do poeta Pedro Ornellas:

A situação tá tão feia,
minha grana tão escassa,
que o vizinho churrasqueia
e eu passo o pão na fumaça.

Autor: Pedro Ornellas

A trova também é chamada de "quadra" ou "quadrinha", mas esta sinonímia não é perfeita, uma vez que as regras rígidas da trova não se fazem necessariamente na quadra. Entre os atuais cultores desta forma de poesia, é preferível o termo "trova" como designativo.

Há a necessidade de se diferenciar a trova da quadra que compõe um poema maior, vez que a trova se completa em si, sem aceitar mais nenhuma estrofe.

O esquema rímico da trova é de rimas alternadas (ABAB) ou cruzadas (ABBA). Ou seja a primeira frase rima com a terceira e a segunda com a quarta e/ou primeira com a quarta e segunda com a terceira, no segundo exemplo.

Ademar Macedo – O Trovador da Sierra Madre Cajarana

Ademar, o poeta, o trovador. Uniu a garra, o talento, a voz, a veia poética, enfrentou as adversidades da vida. Ao ser mutilado de um membro inferior em pleno exercício do dever militar no Corpo de Fuzileiros Navais, não se abateu, caminhou mais firme, determinado abraçando a poesia. Em 2009 outro momento difícil vivido pelo poeta no Hospital das Forças Armadas em Brasília, convalescendo de uma cirurgia. Quando os telefonemas de todo o Brasil começaram a chegar procurando saber o estado de saude do poeta, o mais prático e funcional foi instalar um ramal ao lado do seu leito, assim preferiu à administração do HFA por interferência de um afeiçoado Doutor/poeta nas horas de folga. Foi o grande elixir, a recuperação foi rápida, o fato serviu também de inspiração ao poeta para novas trovas e poemas.
Ademar Macedo em página dupla faz a história da poesia santanense
Eu, que tanto corri na meninice,
Uso agora as muletas para andar,
Mas chegarei ao podium da velhice
Caminhando assim mesmo devagar,
Pois deus ajuda a quem não se maldiz
E eu, sem medo nenhum de ser feliz,
Vou seguindo as estradas dessa vida
E não importa o troféu de campeão.
Digo a todos vocês de coração:
Eu já sou campeão nessa corrida.
Autor: Ademar Macedo


Perdido, pois, nas rotinas,
nos ecos do meu clamor,
eu ouvi entre as ruínas
os gritos da minha dor...
Autor: Ademar Macedo

Na vida que eu desempenho,
minha fé é o meu suporte.
Quem tem um Deus como eu tenho,
Não teme os braços da morte!
Autor: Ademar Macedo
Santana do Matos/RN

A sonhar eu me proponho,
pois descobri, sobretudo,
que aquele que tem um sonho,
já tem metade de tudo!
Autor: Ademar Macedo
Santana do Matos/RM

Mesmo pequeno e roliço,
No mundo, ninguém calcula;
Quem foi que deu um sumiço
No dedo da mão de lula.
Autor: Ademar Macedo
Santana do Matos/RN

Na transposição mais nobre,
Podemos, sem qualquer risco,
Matar a sede do pobre
Com as águas do são Francisco.
Autor: Ademar Macedo

Após causar desencantos
e nos fazer peregrinos,
a seca faz chover prantos
nos olhos dos nordestinos!
Autor: Ademar Macedo

"UM GALOPE A BEIRA MAR"

Fazendo galope versejo ligeiro
saindo da mente meu verso se evola
a rima e a métrica ligeiro decola
qual faz na peleja o bom violeiro,
no repente escrito eu serei o primeiro,
minha fonte não pára e segue a jorrar,
fabrico o meu verso e me ponho a cantar
os meus sofrimentos e meus dissabores,
sem ter a viola como os cantadores
eu canto meus versos na beira do mar!
Autor: Ademar Macedo

Foi só uma amostra dos poetas irmãos “Macedo” - um orgulho contido no sentimento pátrio de todos os santanenses. Seus pensamentos expressos através da poesia é um brado em coro da nossa gente, dos nossos anseios e de nossa cultura.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL ... ASSIM EXPRESSAM OS POETAS ATRAVÉS DE TROVAS, ESTROFES E SONETOS


Árvore de Natal feita com garrafa PET no hospital de Água Branca/PB - Uma imagem vale mais que mil palavras, disse assim o escritor ...

TROVAS, ESTROFES E SONETOS

Tema: natalino

T r o v a s

Neste Natal, com certeza,
na confraternização,
vai faltar o pão na mesa,
nos casebres do sertão.
Autor: Ademar Macedo
Santana do Matos/RN

Desejo aos amigos meus
um Natal pleno de luz,
com todas bênçãos de Deus
e a santa paz de Jesus!
Autor: Clarindo Batista/RN

Que o renascer de JESUS,
nesta Noite de Natal,
traga uma réstia de luz
à cegueira universal!...
Autora: Maria Madalena Ferreira/RJ

Que Deus esteja presente!
Seja Natal todo dia,
e que este Natal permanente
cubra seu lar de alegria!
Autor: Renato Alves/RJ

Muito obrigado, Senhor,
pelo Natal de Jesus:
que na terra reine o amor,
muita paz e muita luz!...
Autor: Joamir Medeiros/RN

Uma trova premiada - 2007 - Caicó/RN
Tema NATALINO - 2º Lugar
Na manjedoura em Belém,
nasce um mistério profundo:
Uma luz vinda do além,
que se fez a luz do mundo!
Autor: Prof. Garcia/RN

...E Suas Trovas Ficaram:

Chega o Natal... e as crianças,
na pobreza sem brinquedo,
não tendo mais esperanças
ficam adultas mais cedo.
Autora: Nydia Iaggi Martins/RJ

...E Suas Trovas Ficaram:

Quanto mais festa e mais luz
nesses Natais de salões,
mais nós sentimos Jesus
ausente dos corações!
Autor: Luiz Otávio/RJ

No Natal eu não confundo
o Cristo em sua missão,
braços erguidos p’ra o mundo
Oferecendo o perdão.
Autor: Prof. Maia/RN

Ao som de "noite feliz",
entre luzes multicores,
retocados os perfis,
Jesus restaura os valores.
Autor: Manoel Dantas/RN

Que a festa da Cristandade,
– Na confraternização,
transmita a fraternidade
em cada aperto de mão!
Autor: Ademar Macedo/RN

Estrofes

Sempre, sempre, eu me comovo
em quase todos Natais.
Penso na fome do povo
e na festa dos feudais;
vejo crianças doentes,
outras ganhando presentes:
carrinho, bola, avião;
e a verdade é pra ser dita...
Papai Noel não visita
crianças de pés no chão.
Autor: Ademar Macedo
Santana do Matos/RN

Eu só vou ter alegria
nessa festa de Natal,
havendo a paz mundial
em cada raiar do dia;
peço pela primazia
reforçando o meu pedido,
pra que ele seja atendido
vamos todos dar as mãos,
na ceia dos meus irmãos,
quero cristo renascido.
Autor: Marcos Medeiros/RN

No Natal compre presentes
compre flores e perus,
encha a árvore de bolinhas
enfeite com muita luz;
prepare um belo jantar
e não deixe de convidar
o nosso amado Jesus.
Autor: José Acaci/RN

A família reunida
dividindo o pão à mesa
será sempre, com certeza,
a melhor coisa da vida.
Adotando esta medida,
de maneira natural,
todo mundo é visto igual
festejando o Deus-criança;
minha casa é só bonança,
numa noite de Natal.
Autor: Ieda Lima/RN

Bom seria se o Natal,
fosse um natal diferente;
não fosse somente luz,
papai Noel e presente;
mas a estrela da bondade,
mandasse a felicidade,
para o lar de toda gente.
Autor: Luiz Dutra/RN

Como a experiência atesta,
Papai Noel é matreiro:
esconde-se o ano inteiro,
no Natal descobre a testa;
pega a carona da festa
de nosso Divino Irmão
pra bancar o bonachão,
dando presentes baratos,
com todos os aparatos
de um vendedor de ilusão.
Autor: José Lucas de Barros/RN

Sonetos

É meia noite ... O sino alvissareiro,
lá da igrejinha branca pendurado,
como num sonho místico e fagueiro,
vem relembrar o tempo do passado.

Ó velho sino, ó bronze abençoado,
na alegria e na mágoa companheiro!
Tu me recordas o sorrir primeiro
de menino Jesus imaculado.


E enquanto escuto a tua voz dolente,
meu ser que geme dolorosamente
da desventura, aos gélidos açoites ...


Bebe em teus sons tanta alegria, tanta!
sino que lembras uma noite santa,
noite bendita mais que as outras noites!
Autora: Auta de Souza/RN

NATAL DOS MEUS SONHOS.

Se não houver partilha de bondade
Não há Natal na vida que amenize
A dor profunda da desigualdade
Entre os irmãos de casa e de marquise.


Que o panetone doce simbolize,
A hóstia suave da afetividade
E que consagre a paz e realize
Esse Natal de fato e de verdade.


De não ter criança pobre numa esquina
A olhar brinquedos dentro da vitrina,
Onde Papai Noel vive contente...


Natal é muito mais, e mais seria,
Se a gente agradecesse o dia-a-dia
Que a vida nos concede de presente.
Autor: José Antonio Jacob/MG

PRECE DE NATAL.

Ouço bem longe, doces tons divinos,
a penetrar-me a alma com fulgor,
diviso sons, suaves, cristalinos,
a propagar a vinda do Senhor.


Pobres pastores, rumam campesinos,
na atmosfera de cadeia em flor,
escutam forte badalar de sinos,
em grandes festas para o Salvador.

Os três Reis Magos, com prazer intenso,
transportam jóias, o mais raro incenso,
com vestes santas, como um festival...

Brilhando o sol, com o raiar mais denso,
formulo prece, com amor imenso:
Bendito Sejas, Pai, Nesta Natal!!!
Autora: Olga Maria Dias Frreira/RS

Um Natal Feliz! De sonhos ...


Pouco importa que impere a hipocrisia.
Só me importa essa noite de Natal...

Pouco importa se tudo é fantasia,
só me importa esta noite especial.


É doce acreditar na fantasia...
Amargo é a gente ver em torno, o mal.
É doce acreditar na poesia,
Amargo é acreditar só no real.


Viva, pois, esta noite de esperança,
Curta o sonho de ser uma criança,
Esta noite de paz realizada...


Viva neste Natal um sonho Lindo...
Curta muito e acredite em sonho infindo...
Esta vida sem sonho é quase nada

Autor: Macedo, Francisco Neves – Natal/RN