sexta-feira, 28 de setembro de 2012

“ADEUS LULA”


A presença constante no noticiário de Luís Inácio Lula da Silva impõe a discussão sobre o papel que deveriam desempenhar os ex-presidentes. A democracia brasileira é muito jovem. Ainda não sabemos o que fazer institucionalmente com um ex-presidente. Dos quatros que estão vivos, somente um não tem participação política mais ativa. O ideal seria que após o mandato cada um fosse cuidar do seu legado. Também poderia fazer parte do Conselho da República, que foi criado pela Constituição de 1988, mas que foi abandonado pelos governos ─ e, por estranho que pareça, sem que ninguém reclamasse.

Exercer tão alto cargo é o ápice da carreira de qualquer brasileiro. Continuar na arena política diminui a sua importância histórica ─ mesmo sabendo que alguns têm estatura bem diminuta, como José Ribamar da Costa, vulgo José Sarney, ou Fernando Collor. No caso de Lula, o que chama a atenção é que ele não deseja simplesmente estar participando da política, o que já seria ruim. Não. Ele quer ser o dirigente máximo, uma espécie de guia genial dos povos do século XXI. É um misto de Moisés e Stalin, sem que tenhamos nenhum Mar Vermelho para atravessar e muito menos vivamos sob um regime totalitário.

As reuniões nestes quase dois anos com a presidente Dilma Rousseff são, no mínimo, constrangedoras. Lula fez questão de publicizar ao máximo todos os encontros. É um claro sinal de interferência. E Dilma? Aceita passivamente o jugo do seu criador. Os últimos acontecimentos envolvendo as eleições municipais e o julgamento do mensalão reforçam a tese de que o PT criou a presidência dupla: um, fica no Palácio do Planalto para despachar o expediente e cuidar da máquina administrativa, funções que Dilma já desempenhava quando era responsável pela Casa Civil; outro, permanece em São Bernardo do Campo, onde passa os dias dedicado ao que gosta, às articulações políticas, e agindo como se ainda estivesse no pleno gozo do cargo de presidente da República.

Lula ainda não percebeu que a presença constante no cotidiano político está, rapidamente, desgastando o seu capital político. Até seus aliados já estão cansados. Deve ser duro ter de achar graça das mesmas metáforas, das piadas chulas, dos exemplos grotescos, da fala desconexa. A cada dia o seu auditório é menor. Os comícios de São Paulo, Salvador, São Bernardo e Santo André, somados, não reuniram mais que 6 mil pessoas. Foram demonstrações inequívocas de que ele não mais arrebata multidões. E, em especial, o comício de Salvador é bem ilustrativo. Foram arrebanhadas ─ como gado ─ algumas centenas de espectadores para demonstrar apoio. Ninguém estava interessado em ouvi-lo. A indiferença era evidente. Os “militantes” estavam com fome, queriam comer o lanche que ganharam e receber os 25 reais de remuneração para assistir o ato ─ uma espécie de bolsa-comício, mais uma criação do PT. Foi patético.

O ex-presidente deveria parar de usar a coação para impor a sua vontade. É feio. Não faça isso. Veja que não pegou bem coagir: 1. Cinco partidos para assinar uma nota defendendo-o das acusações de Marcos Valério; 2. A presidente para que fizesse uma nota oficial somente para defendê-lo de um simples artigo de jornal; 3. Ministros do STF antes do início do julgamento do mensalão. Só porque os nomeou? O senhor não sabe que quem os nomeou não foi o senhor, mas o presidente da República? O senhor já leu a Constituição?

O ex-presidente não quer admitir que seu tempo já passou. Não reconhece que, como tudo na vida, o encanto acabou. O cansaço é geral. O que ele fala, não mais se realiza. Perdeu os poderes que acreditava serem mágicos e não produto de uma sociedade despolitizada, invertebrada e de um fugaz crescimento econômico. Claro que, para uma pessoa como Lula, com um ego inflado durante décadas por pretensos intelectuais, que o transformaram no primeiro em tudo (primeiro autêntico líder operário, líder do primeiro partido de trabalhadores etc, etc), não deve ser nada fácil cair na real. Mas, como diria um velho locutor esportivo, “não adianta chorar”. Agora suas palavras são recebidas com desdém e um sorriso irônico.

Lula foi, recentemente, chamado de deus pela então senadora Marta Suplicy. Nem na ditadura do Estado Novo alguém teve a ousadia de dizer que Getúlio Vargas era um deus. É desta forma que agem os aduladores do ex-presidente. E ele deve adorar, não? Reforça o desprezo que sempre nutriu pela política. Pois, se é deus, para que fazer política? Neste caso, com o perdão da ousadia, se ele é deus não poderia saber das frequentes reuniões, no quarto andar do Palácio do Planalto, entre José Dirceu e Marcos Valério?
Mas, falando sério, o tempo urge, ex-presidente. Note: “ex-presidente”. Dê um tempo. Volte para São Bernardo e cumpra o que tinha prometido fazer e não fez. Lembra? O senhor disse que não via a hora de voltar para casa, descansar e organizar no domingo um churrasco reunindo os amigos. Faça isso. Deixe de se meter em questões que não são afeitas a um ex-presidente. Dê um bom exemplo. Pense em cuidar do seu legado, que, infelizmente para o senhor, deverá ficar maculado para sempre pelo mensalão. E lá, do alto do seu apartamento de cobertura, na Avenida Prestes Maia, poderá observar a sede do Sindicato dos Metalúrgicos, onde sua história teve início. E, se o senhor me permitir um conselho, comece a fazer um balanço sincero da sua vida política. Esqueça os bajuladores. Coloque de lado a empáfia, a soberba. Pense em um encontro com a verdade. Fará bem ao senhor e ao Brasil.
F: Marco Antonio Villa

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

AGRIPINO FAZ CAMPANHA EM DEZ MUNICÍPIOS NO ÚLTIMO FINAL DE SEMANA ANTES DA ELEIÇÃO


O senador José Agripino chega ao RN nesta quinta-feira (27) para percorrer mais de dez municípios neste último final de semana antes das eleições.  
Senador Agripino Maia
Na sexta-feira, Agripino estará em Extremoz para subir no palanque do candidato a reeleição pela coligação “ Extremoz cada vez mais forte”, Klaus Rego (PMDB).

No sábado o presidente do Democratas participará das campanhas de Bernadete Rêgo (DEM) em Riacho da Cruz,  Raimundo  Alves (DEM) em Severiano Melo,  Yria Queiroz  (DEM) em Água Nova  e Dr. Tadeu (PPS) em Luis Gomes.

No domingo, o senador segue a programação política em Umarizal, Portalegre, Itaú  e Pau dos Ferros  onde participa de grande comício do candidato a prefeito pelo Democratas, Fabrício Torquato.

Na segunda-feira Agripino ira à Nova Cruz para mobilização de campanha em favor da reeleição do prefeito Flávio Azevedo (PMDB). O vice da coligação “A Força do Povo”  é Marcelo Cunha Lima, do Democratas.  

Na próxima semana, o senador José Agripino não retornará à Brasília para trabalhos legislativos. A justificativa é: intensificar a participação democrata na reta final da campanha municipal no Rio Grande do Norte.
F: AssCom

EMENDA DE HENRIQUE ALVES PRORROGA CRIAÇÃO DAS ZPEs

BRASÍLIA (DF) – O líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (RN), apresentou emenda, nesta quarta-feira, 26, prorrogando o prazo de criação das Zonas de Processamento de Exportação (ZPEs), por três anos, até dezembro de 2015. Pelas regras atuais o prazo acabaria em dezembro deste ano e a ZPE de Macaíba, por exemplo, poderia caducar, ficando de fora do programa do governo federal de incentivo às indústrias de produtos para exportação.

A emenda do deputado Henrique Alves foi apresentada à Medida Provisória número 582/2012, em tramitação no Congresso Nacional, que trata dos incentivos do governo federal para desonerar a folha de pagamento das empresas em diferentes seguimentos da economia. Diz a emenda: “O ato de criação de ZPE, já autorizada até 13 de outubro de 1994, caducará se até 31 de dezembro de 2015 a administradora da ZPE não tiver iniciado, sem motivo justificado, as obras de implantação”.

O líder argumenta que são muitas as dificuldades apontadas pelos proponentes e administradores para implantação das ZPEs, desde os trâmites de seleção pública dos administradores, passando pelas licenças ambientais, até o processo de avaliação da Receita Federal para instalar alfândega na área.

Henrique Alves lembra que o atual modelo de implantação destas zonas já detectou várias razões que acarretam atrasos das obras das ZPEs; e estes motivos são plenamente justificáveis. “Muitas dessas razões independem de ação ou omissão das administradoras das ZPEs e a legislação atual não dá margem para que sejam apreciadas solicitações de prorrogação dessas obras”, disse o líder.

Pela proposta apresentada pelo deputado Henrique Alves, o Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação fica autorizado a deliberar sobre a prorrogação dos prazos quando ficarem comprovados elementos que justifiquem o atraso nas obras.
F: AssImp

ICMBio APRESENTA OFICIALMENTE O PARQUE NACIONAL DE FURNA FEIA


O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realiza nesta quinta (27), cerimônia de apresentação do primeiro Parque Nacional (Parna) do Rio Grande do Norte, o Parque de Furna Feia. O evento acontece às 19h30 no Memorial da Resistência, em Mossoró, e contará com as presenças do presidente do ICMBio, Roberto Vizentin, a Governadora do RN, Rosalba Ciarlini, os prefeitos de Mossoró e Baraúna, o secretário da SEMARH, Gilberto Jales, o diretor do IDEMA, Gustavo Szilagyi, além de outras autoridades locais.

Na sexta-feira (28), das 8h às 11h, Vizentin lidera comitiva em visitação ao Parque, seguida de uma reunião de planejamento estratégico desta Unidade de Conservação (UC) federal, entre 14h e 17h, no auditório da Biblioteca Municipal de Mossoró. As ações contam com o apoio e a participação do IBAMA, SEMARH e IDEMA.
Além da apresentação do PARNA Furna Feia, o ICMBio participa, em Natal, do VII Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação (CBUC), que começou no último domingo (23) e segue até a quinta-feira no Centro de Convenções da capital potiguar.
Durante todo o congresso, o ICMBio manterá, na área de exposições, um estande onde visitantes e participantes do evento poderão ter acesso a informações sobre os programas e projetos do Instituto, suas 312 UCs distribuídas por todo o país, os centros de pesquisa, as  publicações de cunho técnico-científico e ainda materiais de divulgação que marcam os cinco anos de existência do mais novo órgão ambiental do Brasil.
Parque Nacional da Furna Feia
Abrangendo áreas dos municípios de Mossoró e Baraúna, o Parque Nacional da Furna Feia, criado por Decreto Presidencial em 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, engloba 8.494 hectares, com ocorrência de 105 espécies de plantas, 101 espécies de aves, 23 espécies de mamíferos e 11 espécies de répteis.
Além de abrigar tamanha variedade de exemplares da flora e da fauna nacionais e ser um dos maiores remanescentes do bioma Caatinga no Rio Grande do Norte, esta Unidade de Conservação federal também tem importância no cenário de proteção do patrimônio espeleológico brasileiro, pois já foram identificadas 205 cavernas em todo o seu território. Desde 2002, tais estruturas são estudadas e protegidas pelo Centro Nacional de Pesquisa e Conservação das Cavernas (Cecav).
As principais cavidades do Parna são a Furna Feia, a Furna Nova e a Caverna do Lago, que apresentam grande beleza cênica e destacada importância biológica. Há ainda o Abrigo do Letreiro, em cujas paredes foram localizados vestígios arqueológicos.
Uma das prioridades de gestão do Parque será o fomento à pesquisa científica no local, pois acredita-se que os potenciais arqueológico, paleontológico e espeleológico da Unidade sejam ainda maiores.
Centro Nacional de Pesquisa e Conservação das Cavernas
O Centro Nacional de Pesquisa e Conservação das Cavernas é uma unidade descentralizada do ICMBio que atua na região do Parna Furna Feia desde 2002, desenvolvendo pesquisas relacionadas à identificação, caracterização e proteção de cavernas.
O estado do Rio Grande do Norte é o 7º em número de cavernas no Brasil, com 563 cavidades constantes registradas no banco de dados oficial do Cecav, sendo que o novo Parque apresenta 205 cavernas atualmente conhecidas, o que evidencia sua grande relevância para a proteção do patrimônio espeleológico brasileiro.
F: Assessoria-ICMBio

SINPOL CONVOCA COLETIVA PARA A MANHÃ DESTA SEXTA


Diretoria do Sindicato informará sobre novos rumos da greve que foram aprovados em assembleia na noite desta quinta
O SINPOL/RN convoca coletiva para às 9h desta sexta-feira (28) no seu auditório, em Cidade Alta, quando informará sobre os rumos da greve do ITEP, decididos pela categoria na noite desta quinta-feira (27).

Os servidores, em greve desde o dia 3 de setembro, deliberaram em assembleia por novas estratégias de mobilização, diante dos últimos fatos envolvendo decisões judiciais.

A Diretoria do Sindicato ressalta que todas as informações serão prestadas apenas no momento da coletiva, quando todos os veículos de comunicação terão acesso ao que foi decidido, por unanimidade, em auditório lotado de servidores.

F: AssImp SinPol RN

SEMARH AGILIZA LIBERAÇÃO DE LICENÇAS E OUTORGAS

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) diminuiu a burocracia na dispensa do licenciamento de obras hidráulicas e na dispensas de outorgas. A medida beneficia principalmente pequenos proprietários rurais que necessitam desta licença para conseguir financiamento junto ao Banco do Nordeste na linha emergencial contra estiagem.

Mais de 1200 pequenos proprietários rurais já foram beneficiados depois da resolução n°12, do Conselho Estadual de Recursos Hídricos (Conerh), que em maio isentou a obrigatoriedade da outorga as captações e derivações de águas superficiais até dois metros cúbicos por hora.
A resolução também dispensou a necessidade de licenciamento de obras hidráulicas para a construção de poços no aquífero cristalino, poços amazonas, cacimbões, passagens molhadas cuja altura da água acumulada em relação ao leito do rio seja, igual ou inferior a 80 centímetros e açudes de pequeno porte que estejam inseridos numa bacia hidrográfica de até 5 Km² de extensão.
De acordo com o Gerente Executivo Estadual do Banco do Nordeste, Orlando Sobrinho, todo o fluxo de solicitação dessas licenças passavam pelo banco antes de chegar a Secretaria. “Para facilitar a tramitação a Semarh permitiu que os próprios técnicos que elaboram a proposta de licença enviem para o órgão via e-mail”, ressaltou Sobrinho, acrescentando:“por e-mail,  também recebem a dispensa assinada pelo Secretário da Semarh e assim já conseguem o financiamento”.
“A nossa intenção é fortalecer as estruturas hídricas de pequenos produtores, para que eles tenham mais alternativas de convivência com o semiárido”, afirmou Gilberto Jales, secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos. “Se pegarmos os últimos três meses e compararmos com o mesmo período do ano passado, o número de dispensas cresceu 10 vezes mais”, observa Gilberto.
Tanto a concessão da outorga quanto da licença de obra é dada pela Secretaria. Estes instrumentos são importantes para controlar o uso da água e desta forma fazer o gerenciamento dos recursos hídricos no Rio Grande do Norte.
F: AssImp Semarh

SAIDA DE SEPÚLVEDA PERTENCE DA COMISSÃO DE ÉTICA DEIXA BRASIL DESPROTEGIDO, DIZ AGRIPINO

Para o líder da oposição, se a presidente da República, que se diz faxineira, tira os reais faxineiros da comissão, a ética no Brasil fica desprotegida
F: Mariana Di Prieto

 A renúncia do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Sepúlveda Pertence à presidência da Comissão de Ética Pública da Presidência deixa o Brasil, além de perplexo, desprotegido no que diz respeito à proteção da ética nos órgãos públicos. A afirmação é do líder do Democratas no Senado, José Agripino (RN). Para o parlamentar do Rio Grande do Norte, a renúncia de Sepúlveda e a não recondução de alguns membros da comissão pela presidente Dilma influenciarão diretamente a isenção do conselho.

 “Se a presidente da República, que se diz uma grande faxineira no seu governo, tira os reais faxineiros da comissão, a ética no Brasil fica desprotegida. E o presidente Sepúlveda se demitiu exatamente porque entendeu que as pessoas que ficaram não garantiriam a ele, como presidente de um conselho de extrema importância, credibilidade para defender a ética”, ressaltou José Agripino.

Sepúlveda Pertence renunciou ao cargo nessa segunda-feira (25), logo após dar posse aos três novos conselheiros, Marcello Alencar de Araújo, Mauro de Azevedo Menezes e Antônio Modesto da Silveira, indicados pela presidente Dilma Rousseff no último dia 3 de setembro. Sepúlveda deixou clara sua insatisfação com a não recondução dos conselheiros Marília Muricy e Fabio Coutinho, que poderiam ficar mais três anos na comissão.

 “Acho que a saída de Sepúlveda Pertence, depois de tudo que aconteceu com os ministros Pimentel e Lupi, é uma coisa para o Brasil todo ficar perplexo porque saíram as pessoas que condenaram, que garantiam a isenção da comissão”, disse Agripino referindo-se à sugestão de Marília Muricy, então membro da comissão, de demitir o ex-ministro do Trabalho Calos Lupi, em dezembro do ano passado, por causa das denúncias de irregularidades em convênios da pasta com ONGs, que teriam beneficiado o PDT.

No início deste ano, Fabio Coutinho – que também não foi reconduzido na Comissão de Ética - propôs uma advertência ao ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, devido às consultorias feitas por ele entre 2009 e 2010 para a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, que renderam R$ 2 milhões. O processo está parado na comissão.
F: AssCom

terça-feira, 25 de setembro de 2012

O POVO COMENTA: PESQUISANDO OU NÃO SÓ DÁ LARDJANE E JUNIOR


O Distrito de São José da Passagem no município de Santana do Matos na noite do domingo, 23, foi o local de maior concentração de pessoas oriundas da zona rural para assistir um comício que ficou registrado na memória do povo e nas páginas da  história política do lugar. 

Foi uma resposta da gente humilde, dos pequenos criadores que sobrevivem das atividades rurais no sofrido recôncavo, no semi-árido da região Central do Rio Grande do Norte. Num final de semana onde a coligação "Santana de Mãos Dadas" fez uma maratona de comícios, passando na sexta-feira por Varzinha, no sábado pelo Distrito de Santa Tereza, encerrando a meia noite no tradicional Distrito de São José da Passagem. 

A multidão impressionava pela euforia, pela energia exposta, demonstrando interesse em fazer parte do momento político que vive o município de Santana do Matos. O comportamento de massa nos proporciona momentos de reflexão. Conversando com o ex deputado, ex prefeito, Dr Neto Correa me confidenciou: “nunca tinha visto em meus trinta e poucos anos de política no município de Santana do Matos, manifestação assim, com tanto entusiasmo e participação em massa do povo”, disse Netinho, médico, ortopedista -  prata da casa.

Neto Correa nesta campanha chega mais uma vez pesando forte, desequilibrando o Fiel da Balança. Assim fiz referências ao seu potencial político nas duas vitórias que ele proporcionou ao prefeito Assis da Padaria na campanha de 2004 por mil e poucos votos, e, 2008 nos 70 votos de maioria que pareceu mais uma derrota que vitória. Vitoria pálida com gosto de derrota, que na verdade já era um prenuncio da decadente e curta carreira política do prefeito Assis da Padaria.

Um mercenário, sem militância, sem escola política, onde deu preferência e privilegiou as classes mais favorecidas, esquecendo a população pobre e carente. Portador de índole arrogante e sentimentos inadequados para com os santanenses da zona rural, quis dividir com essa população durante seus dois mandatos, esses valores, adquiridos pela prática constante do uso do capital, vendo o cifrão, a moeda, à aparência como solução dos problemas sociais. O ciclo vai durar oito anos. A mordaça começou a ceder, por não resistir a pressão popular contra a candidatura imposta por interesses e conchavos políticos.

Um ciclo que agora se fecha com passos lentos sem brilho e sem capacidade de transferir votos para uma possível vitória de um candidato seu indicado. Onde os próprios candidatos de sua coligação, já omitem seu nome com receio de não mais agregar votos. Façam pesquisas, os dados e amostragens estão aí, livres, independentes e manifestados.

A coligação “Santana de Mãos Dadas” ficou forte, possui bons candidatos, nos bastidores e no palanque grandes lideranças, bons oradores, que convergem e transmitem credibilidade, segurança e boas opções aos eleitores santanenses. A chapa majoritária composta pelo DEM e PMDB representada pelos jovens Lardjane e Junior, lideram um bloco de 10 partidos aglutinando a maioria das lideranças do lugar. Lideranças essas como o ex deputado e ex prefeito Dr Neto Correa, ex deputado e líder maior da coligação Dr Paulo de Tarso, Dr Edvaldo Guimarães, Ex prefeito João Lopes, vereadores Naldinho (presidente da câmara), Dr Assis Santos, Magnus, Mago de Miro, Washington, Sales Araujo e Biau compondo um bloco de sete vereadores dos nove da legislatura atual.

Empresário Raimundo Miguel (Mundoca), Dr Neto Nobre, ex prefeito de Bodó e ex vereador em Santana do Matos Antônio Assunção, presidentes de associações de comunidades, lideranças localizadas, os maiores Clãs das tradicionais famílias santanenses, todos unidos dando uma resposta pela significativa presença da população rural, confirmando a força dos Distritos de Santa Tereza e São José da Passagem. Todos reconhecendo a necessidade de retomar e fomentar a zona rural do município – terceiro em extensão no Rio Grande do Norte.

Esta mesma zona rural que a oito anos reivindica manutenção de suas estradas vicinais, igualdade no atendimento e benefícios pelos programas e projetos para o campo, abolindo a prática, abominável e inaceitável por discriminar o homem do campo pela posição partidária ou exercício de sua cidadania, assim como faz a política nesses últimos anos em Santana.

Esta mesma zona rural que deveria ter um abastecimento pelos carros pipas de maneira justa sem prejudicar ou privilegiar outros por serem correligionários do prefeito, do secretário de agricultura ou casos semelhantes. Prática abominável que gerou ódio na população rural pela maneira descarada e arrogante, humilhando pessoas que sobrevivem nessas comunidades pobres do município. Esse governo vai ser reconhecido como: um construtor de aquários com paredes de vidros para peixes pavões com respiração de anfíbios.

Em Residência, citaria três ou mais cisternas que nunca receberam uma pipa d’água pela prefeitura de Santana do Matos). Simplesmente porque aquelas pessoas não votaram no petulante prefeito nas duas últimas eleições. Neste período o que fez para aquela comunidade foi um quebra mola que a comunidade pleiteava a 20 anos, onde foi um pedreiro e um auxiliar e fez o serviço em meio dia e um posto de saúde que depois de pronto passou três anos sem funcionar, alegando argumentos falsos que o proprietário da terra onde foi construído o posto não permitia a utilização do prédio. No local já existia uma edificação da própria prefeitura que já tinha sido utilizado como caixa d’água, portanto, de direito já existia a funcionalidade e utilização do local pela prefeitura.

Lardjane e Junior, éticos e equilibrados, em nenhum momento citam os méritos ou deméritos dos adversários. Preocupados e conscientes já esboçam um plano de governo. Vislumbramos que suas decisões sejam priorizadas, junto as pessoas, ouvindo o povo, a tomar decisões, tendo assim respaldo da população. Recursos próprios deverão ser sempre analisados por esses critérios claros e transparentes. Obras com origens de receita Federal ou Estadual serão acompanhadas, administradas e opinadas dentro das necessidades e realidade da cidade ou do município.

PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO IDEMA SEGUE ATÉ SEXTA EM BODÓ


O projeto de educação ambiental do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (IDEMA), “Meu município, meu ambiente”, segue até sexta-feira (28) em Bodó. A equipe de educação ambiental do órgão desembarcou no município esta semana para a realização de mais uma edição do evento.

O projeto consiste na promoção de uma série de atividades ambientais junto a gestores municipais, alunos e professores da rede pública de ensino, ONGs, associações comunitárias, entre outros, visando o planejamento de educação ambiental do município e a formação de agentes multiplicadores. O projeto contempla atividades como mini-cursos de educação ambiental e turismo sustentável, oficinas de reaproveitamento de resíduos sólidos e óleo de cozinha, exibição de filmes com temática ambiental, dicas de sustentabilidade e geração de renda, entre outras.

De acordo com a subcoordenadora de educação ambiental do IDEMA, Silvana Gomes, o projeto foi criado para disseminar a importância do respeito ao meio ambiente com ênfase nas atividades e conhecimentos locais. “A iniciativa oferece o pontapé inicial para que os municípios se fortaleçam e passem a desenvolver um trabalho contínuo nesta área. Percorremos o interior do Estado com o objetivo de sensibilizar a população quanto à importância da preservação ambiental para a qualidade de vida da sociedade”, afirma a subcoordenadora.

Educação Ambiental
 A educação ambiental configura-se como o processo em que se busca despertar a preocupação individual e coletiva para a questão ambiental, garantindo o acesso à informação em linguagem adequada, contribuindo para o desenvolvimento de uma consciência crítica e estimulando o enfrentamento das questões ambientais e sociais. Desenvolve-se num contexto de complexidade, procurando trabalhar não apenas a mudança cultural, mas também a transformação social, assumindo a crise ambiental como uma questão ética e política.
F: AsCom Idema

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

BASQUETE PARAOLÍMPICO DO RN É CAMPEÃO INVÍCTO DA ETAPA NORDESTE


Desde o ano passado a euqipe potiguar conta com o apoio do Governo do Estado 

O Clube de Basquete Paraolímpico do Rio Grande do Norte, representado pelo América Tigres, sagrou-se campeão da etapa Nordeste de basquete em cadeiras de rodas. A equipe potiguar derrotou a equipe pernambucana ADDF pelo placar de 55 x 53 na final do campeonato, realizado na cidade de Salvador (BA), de 18 a 23 de setembro.
 
Nesta segunda-feira (24), de volta ao Estado, o presidente do Clube de Basquete Paraolímpico do RN, Eduardo Gomes, compartilhou a vitória com o secretário de Estado do Trabalho e da Assistência Social-SETHAS, Luiz Eduardo Carneiro, pelo incentivo dado ao basquete paraolímpico, e com o secretário adjunto, Walter Aquino Neto.
 
“Desde o ano passado temos contado com o apoio da gestão da SETHAS, seja assegurando a nossa participação em campeonatos ou através da doação de cadeiras especiais, adaptadas, feita no ano passado, sem as quais não teríamos competido em condições de igualdade com as outras equipes”, frisou o atleta.
 
Para ele, a vitória da equipe potiguar – este ano e no ano passado - contribui para que o basquete de cadeiras de rodas do Estado comece a ser visto com mais respeito em todo o Brasil. O título do campeonato regional Nordeste foi conseguido de forma invicta. Da equipe potiguar também saiu o atleta destaque do torneio: Valdemir Tavares.
 
Agora, atletas e comissão técnica do America Tigres já se preparam para a participação na 3ª Divisão do Campeonato Nacional de Cadeiras de roda, que vai ser realizado em Recife (PE), de 23 a 28 de outubro.
 
“Para nós, do Governo do Estado, através da SETHAS, só nos traz orgulho ter colaborado, de alguma forma, para este resultado. Fizemos a nossa parte, mas a equipe mostrou o seu potencial. Isso mostra que o preconceito existente em relação à pessoa com deficiência é um erro histórico que precisa ser consertado. A aptidão de todos para o trabalho, para o esporte e o lazer não difere das pessoas ditas normais. Esses atletas são exemplos de superação para todos os potiguares”, destacou o secretário Luiz Eduardo.
F: AssImp Sethas

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

SINE-RN INTERMEDIA CONTRATAÇÃO DE MÃO-DE-OBRA PARA HIPERMERCADO


O SINE-RN, órgão vinculado à Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social-SETHAS, fechou parceria com o hipermercado Extra para intermediação, exclusiva, da mão-de-obra a ser contratada para trabalhar na nova unidade do grupo empreendedor localizada na avenida  Maria Lacerda Montenegro, em Nova Parnamirim. O período de inscrição para os interessados em uma das 300 vagas disponibilizadas pelo hipermercado (do grupo Pão de Açúcar) se encerra nesta sexta-feira (21).
Estão sendo disponibilizadas vagas para pessoas com nível de escolaridade fundamental completo, médio e superior. Entre as vagas abertas, existem, ainda, aquelas reservadas às pessoas com necessidades especiais. “Temos buscado trabalhar com a parceria, aquela que reúne governo e iniciativa privada com uma mesma visão de desenvolvimento social e econômico do indivíduo”, frisou o secretário Luiz Eduardo Carneiro, da SETHAS.
Os selecionados irão atuar em seções como bazar, eletroeletrônicos, caixa, serviço de atendimento ao consumidor (SAC) e peixaria. Para os cargos de balconista e farmacêutico, a seleção se dará por meio de currículo e entrevista. O encaminhamento será feito, único e exclusivamente, pelo SINE-RN. Os interessados devem comparecer à sede do órgão, entre 8h e 18h, portando carteiras de identidade e profissional, CPF e comprovante de escolaridade.
Somente nos últimos dois dias – 18 e 19 - o SINE-RN abriu uma oferta de mais de 500 vagas de trabalho, sendo 300 apenas para o hipermercado Extra e as restantes distribuídas entre outras empresas do Estado. Entre as vagas oferecidas estão a de açougueiro, auxiliar de depósito, chapista de lanchonete, cuidador de idoso, embalador, empacotador, estoquista, cabeleireiro, técnico em gestão ambiental, técnico em enfermagem, soldador, garçom, carpinteiro, dedetizador, entre outras.
“Nesse novo momento do SINE, estamos abertos a novas parcerias com o empresariado local. Convém dizermos, também, que o nosso banco de cadastrados está cada vez mais qualificado”, ressalta o coordenador de Trabalho e Renda do SINE-RN, Wilton Gomes.   
Para saber mais os interessados devem acessar o site do SINE-RN, no endereço: www.sine.rn.gov.br, fazer o cadastro e concorrer a uma das vagas, de acordo com o perfil profissional.
“Tivemos um grande movimento nos últimos dois dias aqui na sede do SINE. Somente na manhã desta quarta-feira (19), no setor de intermediação de mão-de-obra, distribuímos mais de 130 fichas”, informa a subcoordenadora de intermediação de mão-de-obra do SINE-RN, Marjara Lopes de Queiroz.
Diariamente, o SINE-RN atende uma media de 200 pessoas. Atualmente o órgão trabalha na criação de um banco de dados para o cadastramento de pessoas com deficiência objetivando a inserção destes no mercado local de trabalho. A sede do SINE-RN fica localizada na rua Nossa Senhora da Candelária, bairro Candelária, em Natal.
F: AssImp SETHAS

HENRIQUE ALVES RECEBE EMBAIXADOR DE TAIWAN

 O líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (RN), recebeu o embaixador de Taiwan, Jorge Shyu, e o deputado federal Hugo Leal (PSC-RJ). O encontro foi no gabinete da liderança do PMDB nesta quarta-feira, 19, em Brasília. Durante a audiência, o diplomata fez convite, em nome do Governo de Taiwan, para Henrique Alves conhecer o país asiático em visita oficial.
F:AssImp

NA SEMANA NACIONAL DO TRÂNSITO, AGRIPINO ALERTA “BRASIL TEM POUCO A COMEMORAR”


 Segundo líder do Democratas, governo federal incentiva a compra de veículos, mas deixa de investir na qualidade das estradas

Na Semana Nacional do Trânsito, o Brasil tem pouco a comemorar em termos de combate à violência no trânsito e pouco se investiu no setor. Essa é a avaliação do líder do Democratas no Senado, José Agripino. “O Brasil está entupido de veículos e não se investe em estradas, avenidas. O país está andando sem planejamento e sem planejamento quem paga o pato é o cidadão, que fica com dificuldade de ir e vir. É assim em Natal, em São Paulo, e em diversas outras cidades brasileiras. É preciso investir urgentemente nas estradas e rodovias brasileiras”, ressaltou Agripino.

De acordo com o Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi), dos R$ 14 bilhões destinados ao Ministério dos Transportes para gasto com rodovias em 2012, pouco mais de R$ 1 bilhão foi usado.  

“O governo baixa o IPI para que as pessoas possam comprar carros, mas não investe na infraestrutura. O país, inclusive, deixou de ser autossuficiente em petróleo e passou a importar gasolina por causa do número absurdo de carros nas ruas, mas não há estradas de qualidade para esses veículos circularem”, critica Agripino.

O Brasil ocupa o quarto lugar no ranking mundial de mortes no trânsito: são 43 mil vítimas por ano. Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil vive uma “epidemia” no que diz respeito às mortes envolvendo veículos.  Este ano, o público-alvo da Semana Nacional de Trânsito, lançada na última terça-feira (18) e que segue até o próximo dia 25, é o jovem considerado o grupo de maior exposição ao risco de acidente. 
F: AssCom

GREVE DO ITEP SERÁ DEBATIDA NA CÂMARA DE NATAL NESTA SEXTA


Audiência Pública está marcada para começar às 9h
A greve do Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP), iniciada no dia 3 de setembro, será tema de audiência pública nesta sexta-feira (21). O debate, marcado para iniciar às 9h, na Câmara Municipal de Natal, por proposição da vereadora Sargento Regina (PDT), discutirá a situação precária em que se encontra o órgão, assim como o andamento do anteprojeto que criará a Lei Orgânica e Estatuto do Órgão.

Na ocasião, o SINPOL/RN apresentará um relatório com imagens e informações que comprovam o abandono do Estado para com o órgão e cobrará dos representantes públicos a conclusão do anteprojeto, assim como o estabelecimento de prazo para o envio do mesmo para votação na Assembleia Legislativa.
F: AssImp SINPOL

RIO GRANDE DO NORTE GANHARÁ ATÉ DEZEMBRO 11 NOVAS AGÊNCIAS DA PREVIDÊNCA SOCIAL


Fachada da Agencia da Previdência em Touros/RN
Ainda este ano a população de 11 municípios do Rio Grande do Norte vai ganhar modernas Agências da Previdência Social em São José de Mipibu, Monte Alegre, Nova Cruz, Canguaretama, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Nísia Floresta, Goianinha, Extremoz, São Miguel e Alexandria. A meta do governo é que a abertura de novas agências evite que o segurado tenha de percorrer longas distâncias para tratar de benefícios previdenciários.

Estão previstas até 2013 a construção de 720 unidades em todo o país, que fazem parte do Plano de Expansão da Rede de Atendimento do INSS (PEX), beneficiando municípios com população acima de 20 mil habitantes. O objetivo é ampliar o acesso dos segurados aos serviços previdenciários e melhorar o atendimento, evitando deslocamentos desnecessários, desconfortáveis e onerosos.

A Rede de Atendimento é uma parceria entre o Ministério da Previdência Social e os municípios selecionados, que doam os terrenos onde serão instaladas as novas agências.  A área tem que ter aproximadamente mil metros quadrados, em local de fácil acesso para a população.  As unidades terão uma área coberta de 330 metros quadrados.

Essas agências representam um novo modelo de atendimento ao cidadão. As agências do tipo 4 dispõem de equipamentos modernos, dispositivo de segurança e acessibilidade para pessoas portadoras de deficiência, com a devida sinalização de fácil compreensão e equipamentos que permitem o acesso de pessoas com deficiência.
Cada agência vai dispor de quatro guichês de atendimento ao público, duas salas para perícia médica e para atendimento do serviço social, proporcionando comodidade aos segurados da Previdência Social que serão atendidos em ambientes confortáveis.
OUTRAS OBRAS
Como parte das medidas para melhorar a oferta dos serviços previdenciários, o Ministério da Previdência Social vem investindo também na modernização de novas unidades.
Fazendo um balanço, o ministro da Previdência Social, Garibaldi Filho inaugurou, desde abril 2011 até julho de 2012, nove unidades no Rio Grande do Norte, nos municípios de Touros, Angicos, Apodi, Parelhas, Baraúna, Jucurutu, Mossoró, Caraúbas e Patu.v
Atualmente, além da construção das onze Agências da Previdência Social, estão em execução as obras de reforma e ampliação do edifício sede da Gerência Executiva do INSS em Mossoró, localizado na Rua Auta de Souza, nº 11, centro.  Construído em 1973, o imóvel, de três pavimentos, nunca tinha passado por um serviço desse porte.
 “As instalações atuais serão reformadas em sua totalidade. Será desenvolvido um novo layout, adequando-se às normas de acessibilidade vigente”, adiantou o engenheiro Rarafá Medeiros Ferreira, da equipe de engenharia da Seção de Logística do INSS em Mossoró. A área de ampliação corresponde a uma área construída de 1.700 m² o que resulta em um aumento de 63% da área existente atualmente. A obra está orçada em R$ 6,7 milhões e a previsão para a sua conclusão é julho de 2013.
Também em Mossoró está em fase de conclusão, o moderno prédio do Centro de Documentação Previdenciária – CEDOCPrev, que atenderá todo o Rio Grande do Norte. O centro está localizado no bairro Aeroporto e ocupa uma área de 1.377m², sendo orçada em R$ 1,8 milhão. O CEDOCPrev quando estiver funcionando vai absorver pessoas com deficiências dos programas de inclusão social do município de Mossoró, que atuarão na digitalização dos processos do Programa de Recursos Eletrônicos.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

EM PASSEATA, EZEQUIEL, GARIBALDI, HENRIQUE E WALTER ALVES DESCEM A 13 DE MAIO COM FLÁVIO AZEVEDO EM NOVA CRUZ




O deputado Ezequiel Ferreira e a cúpula do PMDB potiguar, o ministro e senador Garibaldi Filho, o líder do partido na Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves e o deputado Walter Alves foram à Nova Cruz na noite desta segunda-feira (17). Juntos participaram de uma grande passeata que lotou a Rua 13 de Maio ao lado do prefeito Flávio Azevedo (PMDB), que disputa à reeleição.
                                                              Participação efetiva do povo de Nova Cruz
“Com a força de Garibaldi e Henrique em Brasília, eu e Walter na Assembleia Legislativa lutaremos para que Nova Cruz consiga mais recursos e Flávio Azevedo possa realizar mais obras. A maior cidade do Agreste dará mais quatro anos a esse prefeito popular, que anda as ruas e casas de seu povo, mostrando suas ações e propostas”, disse Ezequiel no comício que lotou a Avenida Industrial José de Brito, no Centro de Nova Cruz.

Flávio Azevedo falando ao povo de Nova Cruz
A passeata da coligação “A Força do Povo” mostrou que Flávio Azevedo vencerá as eleições em Nova Cruz. Também na noite desta segunda-feira (17), o prefeito recebeu a adesão da família Andrade que tem o suplente de senador, Max Andrade (PR) e o vice-prefeito João Paulo (PR). Os dois discursaram no comício e mostraram os motivos que levam votar mais uma vez em Flávio Azevedo (PMDB).
F: AssCom

MULHER DEMOCRATAS REALIZAM EVENTO EM PROL DE ROGÉRIO E HAROLDINHO


A presidente do Mulher Democratas no Rio Grande do Norte, Anita Catalão Maia, promoveu na noite desta terça-feira (18), no hotel Arituba em Natal, o “Encontro das amigas de Rogério”. O evento teve como objetivo a apresentação das principais propostas do candidato a prefeito, Rogério Marinho, e do vice, Haroldo Azevedo Filho, para representantes femininas de diversos setores da sociedade.

Segundo Anita Maia, Rogério Marinho tem qualidades que o tornam o candidato mais preparado para administrar a capital potiguar e por isso, acredita ser importante conhecer bem as suas propostas. “Nós acreditamos que Rogério pode trazer de volta aquela Natal que tanto sonhamos, aquela cidade que turistas e natalenses tanto amam e admiram”, declarou ao público presente.
 Rogério Marinho e Anita Catalão Maia
Em seu discurso, o candidato da coligação “Natal Olha pra Frente” agradeceu o apoio e enfatizou que está pronto para ser prefeito da cidade . “Eu quero tirar as pessoas da inércia, do imobilismo, e a participação das mulheres nesse processo é fundamental. Nessa campanha de tantas baixarias, somos um diferencial porque levamos Natal a sério”, argumentou Rogério 

Também participaram do evento vários candidatos a vereador da coligação. 
F: AssCom

FERNANDO PEDROZA NA ROTA DA GRIPE SUINA


A cidade de Fernando Pedroza, localizada na região Central potiguar, está incluída no rol de municípios do Rio Grande do Norte onde se tem conhecimento oficial de registros de casos da gripe Influenza A-H1N1, a chapada gripe suína.


Conforme dados revelados pelo Departamento de Vigilância Sanitária de Mossoró, que funciona como núcleo de referência para o registro dos casos na região, no Estado até aqui foram confirmados onze registros da doença, seis deles em Natal e o restante nos municípios de Extremoz, Parnamirim, João Câmara, Jardim do Seridó e Fernando Pedroza.

Informação vinda da assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde Pública ressalta que, para combater o problema o Estado tem intensificado as ações de vacinação e flexibilizado a disponibilização do medicamento para as pessoas que estão sob suspeita, registram caso grave ou leve da doença. Sete das onze pessoas contaminadas pela gripe suína no Estado são menores de 14 anos de idade, o que revela, conforme o órgão, a importância da intensificação da vigilância em crianças hospitalizadas.

 Na região as pessoas com suspeita de contaminação da doença são levadas para o Hospital Regional Tarcísio Maia, porém, o diagnóstico oficial é realizado na capital do Estado, especificamente no Laboratório Central, Lacen. A responsável pela área de vigilância da gripe suína, Estela Leal, disse que a recomendação do Ministério da Saúde para os setores onde foram notificados os casos é que se busque intensificar as ações de vacinação, principalmente em gestantes, idosos e crianças

Ela contou que o órgão federal indagou do Estado se havia necessidade de mais doses da vacina, frisando que não houve tal necessidade, uma vez que, conforme registrou, há grande quantidade de vacina em estoque. Estela Leal informou que muitas cidades conseguiram atingir a meta da campanha de imunização que ocorreu em maio. Ela disse que a ordem é dar prioridade à vacinação em crianças e mulheres grávidas após a campanha. A técnica acrescentou ainda que 29 unidades de saúde do Estado encontram-se abastecidas com o remédio utilizado para o combate à gripe suína.

Por fim, Estela Leal repassou informações que ajudam a se prevenir contra da doença: lavar as mãos com água e sabão costumeiramente, especialmente após espirrar ou tossir, não compartilhar alimentos e objetos de uso pessoal, além de não levar as mãos sujas aos olhos, nariz e boca. 
F: radioprincesadovale.com.br

COMISSÃO DA VERDADE LIMITA INVESTIGAÇÕES A AGENTES DO ESTADO



A Comissão da Verdade encerrou ontem uma de suas principais polêmicas ao oficializar que suas investigações alcançarão somente as violações aos direitos humanos praticadas por agentes do Estado, ou a serviço deles.

A decisão foi formalizada em resolução interna publicada no "Diário Oficial", segundo a qual o grupo elucidará abusos (como assassinatos, torturas e desaparecimentos) praticados "por agentes públicos, pessoas a seu serviço, com apoio ou no interesse do Estado".

Ela encerra a possibilidade de eventuais apurações de atos de militantes de esquerda que praticaram sequestros e atentados durante a ditadura militar (1964-1985).

Também ficam excluídos dos trabalhos do grupo a investigação dos "justiçamentos" -julgamentos e execuções de integrantes de grupos armados, suspeitos de delação, pelos próprios resistentes ao regime.

O texto da lei que criou a comissão era impreciso em relação a seu raio de alcance, o que levou à especulação de que a esquerda poderia sim ser alvo da comissão.

Para os militares, críticos da Comissão da Verdade, a investigação sobre a esquerda armada indicaria a neutralidade do trabalho.

Para ex-militantes e seus familiares, ela seria desnecessária, uma vez que os integrantes da resistência foram processados e punidos já à época da ditadura.

Desde o início, apesar de declarações de alguns membros do colegiado, a tendência era que só os agentes públicos fossem investigados.

ntegrante da comissão, o ex-procurador-geral da República Cláudio Fonteles nega que a restrição ao alcance das apurações prejudique a colaboração de militares que participaram da ditadura.

"Mesmo aquelas pessoas do passado, que viveram aquele período, têm que ver que essa nossa decisão é estritamente legal. Acho que isso não criará nenhum problema com ninguém."

Entre militares, contudo, a decisão foi recebida como uma manobra.
"A comissão está alterando ao seu bel-prazer a lei que instituiu a comissão. Infelizmente, isso era algo já esperado", disse o vice-presidente do Clube Militar, general da reserva Clovis Bandeira.

AUDIÊNCIAS E PARCERIAS
O grupo iniciou seus trabalhos em maio deste ano. Até aqui, relata Fonteles, ela ainda não recebeu qualquer aceno de militares que, eventualmente, poderiam colaborar com relatos sobre o período investigado.

A comissão tem realizado audiências públicas pelo país, com a participação de parentes de mortos e desaparecidos durante a ditadura, e firmado parcerias com órgãos do governo. No entanto, ainda não foi estabelecido um cronograma de depoimentos.

O grupo tem até 2014 para entregar um relatório final.
F: Uol

O PT E SUAS ENTRANHAS

Rio de Janeiro - Não tenho nada contra o PT nem contra qualquer outro partido. Tinha até mesmo alguma simpatia pela imagem que ele criara, pelas intenções e posições que tomava, sob a liderança de um homem excepcional como Lula. No entanto é com certo pesar que vejo a sua lenta, mas progressiva deterioração política e moral - que, de alguma forma, afetará o seu patrimônio eleitoral.

Não há dúvida de que o partido ficou seriamente comprometido com o mensalão. Independentemente da decisão final do Supremo, suas entranhas ficaram escancaradas, revelando que em nada se difere dos demais partidos.

Como se não bastassem os recursos ilícitos que empregava para se manter e ajudar seus aliados, dona Dilma deu agora mais uma demonstração de que o PT se utiliza do poder para obter vantagens que, embora lícitas do ponto de vista administrativo, resvalam no mais escrachado fisiologismo.

Para atingir um alvo relativamente secundário, como a Prefeitura de São Paulo, a presidente demitiu Ana de Hollanda do Ministério da Cultura, nomeando uma petista de alto e valioso coturno, como Marta Suplicy, ajudando o candidato petista - que, mesmo com a colaboração integral e entusiástica de Lula, continua até agora patinando nas pesquisas eleitorais.

A mudança naquele ministério não tem outro significado senão o mais baixo estágio da política. Nem vem ao caso discutir a eficiência da ministra demitida nem as qualidades da nova titular.

Na reta final da campanha, dona Dilma apelou para a caneta presidencial e modificou o ministério que ela livremente escolheu, dando ao partido uma boca de fogo melhor comprometida com a realidade política e administrativa da capital paulista. Uma jogada que nada teve de brilhante ou necessária.
F: Folha de São Paulo