segunda-feira, 6 de maio de 2013

ASSISTENCIALISMO ALIMENTA A CORRUPÇÃO FORMANDO GERAÇÕES SEM MOTIVAÇÃO AO TRABALHO

video
PARA OUVIR O TEXTO CLICK NA SETA 
Volto a falar neste assunto de cadeira e consciente do dever cumprido. Há 5 anos publiquei no Jornal Cajarana uma série de reportagens criticando a política do assistencialismo no município de Santana do Matos e região.

Disse na época que estava sendo formada uma geração de alienados no país. Um contingente de jovens desprovidos da principal virtude inerente ao ser humano que seria a pré-disposição ao trabalho e a vida dinâmica.

Citava que o assistencialismo era diretamente responsável por um futuro próximo onde milhares de jovens, instruidos e revoltados chegariam a idade dos 26 aos 32 anos necessitados de definir valores e profissão com à agravante terem sido podados dos estímulos e incentivos ao trabalho.

O Assistencialismo em massa, escravizando as classes menos favorecidas com programas e projetos, tipo esmolas e bolsas desestimulavam os jovens ao trabalho. Exatamente na fase onde os valores são consolidados, diretamente proporcionais pelas suas dificuldades e motivações ao próprio ego quando esses conceitos são adqueridos.

Com esse quadro de corrupção em todos os segmentos do país onde as medidas, iniciativas e as próprias ações de governos são motivos de estudos, análises e reanálises, chegando até o final de mandatos sem decisões ou realizações. Uma herança pulverizada pela burocracia como se fosse resolver o centro corruptor oriundo no governo central. A famosa era Lula da "Corrupção Madre". Até quando não se sabe, mas, a ficha vai cair!

Nenhum comentário:

Postar um comentário